terça-feira, 25 de agosto de 2009

Um breve conto (nem tao de fadas assim)

Era uma vez uma menina que nao era a mais inteligente, nem a mais bonita muito menos a mais esperta. Era uma vez uma menina que toda noite contava a estrelas e fazia planos antes de dormir, pensando se tudo aquilo que lhe falavam sobre ser grande era verdade, de fato. Um dia essa menina cresceu e pode perceber um mundo diferente daquele que enxergava com seus olhso de criança. Percebeu que as vezes precisamos enfrentar nossos medos e por mais que isso doa, nos faz crescer. Percebeu que mesmo que ninguem perceba voce vai se sentir bem, se fizer o bem. A menina aprendeu que a maioria das coisas precisa de tempo e por mais que voce goste de uma pessoa ela vai te fazer chorar um dia. A menina observou que as vezes um sorisso pode mudar um dia e que nao existe nada impossivel para aqueles que nao desitem de lutar. O tempo passou e a menininha que um dia acreditou em contos de fadas passou a nao acreditar na magia. E aquela que uma noite contou estrelas se esquecia ate mesmo de olhar para o ceu. Foi entao que a menina olhou para os lados e se deu conta que nao estava sozinha, que ainda existia quem acreditase nela e descobriu que a melhor forma de se expressar era traduzir para as palavras o que tinha em seu coraçao. Fez do papel seu cofidente e da caneta sua melhor amiga. Talvez o que ela sinta seja amor mesmo nao acreditando que seu mundinho que estava tao cinza tenha mudado de cor.

6 comentários:

  1. que liiiiiiiiiiindo! A-D-O-R-E-I!

    ResponderExcluir
  2. Uau, sabe que as vezes eu me sinto feito essa menina ?

    "As vezes precisamos enfrentar nossos medos e por mais que isso doa, nos faz crescer." - super concordo.

    Bjs*

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. sim, ela vai para o intercambio, tem a mesma idade que eu e por isso me acostumei a viver junto com ela.

    Esse conto ficou muuito bom, talvez não seja o conto de fadas com magia que todos imaginam, mas é o melhor dos contos de fadas, aquele que se inspira na realidade e faz todo leitor se lembrar dele, e das coisas simples da vida que ele pode ter deixado para trás, coisas que podem nunca mais voltar.
    gosto muito disso. Parabéns!

    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Muito perfeito. Me identifiquei com muita coisa. E parabéns pelo blog (:

    ResponderExcluir